Primeira comunidade de aposentados LGBT+ do Reino Unido



O idadismo soma-se a outros preconceitos como racismo, sexismo e LGBT+ismo. Ao envelhecerem, muitas pessoas que idosas que lutaram quando mais jovens para assumirem a sua orientação e identidade sexual, retornam aos armários, sobretudo quando necessitam viver em comunidades para idosos.

Em 2021 o Reino Unido doou para a Tonic 5 milhões de libras para a construção da primeira comunidade de aposentados LGBT+ .

“Estar conectado com outros é fundamental para uma vida feliz na velhice. Nós devemos construir espaços e lugares que possibilitem a todas as gerações o sentimento de que fazem parte das suas comunidades e que encoragem as pessoas que estão envelhecendo a permanecerem ativas e conectadas com os outros. Isso se tornará mais importante à medida que as geraçõpes mais velhas se tornem mais diversas e a estrutura familiar tradicional se torne menos comum”

— Centre for Ageing Better, The State of Ageing, 2019



Quer saber mais? Clique:



3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo